Mercado do implante coclear continua aquecido avalia consultoria

©First Voice

A Technavio, empresa de pesquisa de mercado com sede em Londres, publicou em fevereiro suas previsões atualizadas relativas ao mercado global do implante coclear para o quadriênio 2016-2020. O crescimento médio anual previsto se aproxima de 15% e o faturamento do setor deve superar 20 bilhões em 2020.

Entre os fatores apontados pela Technavio para explicar esse crescimento robusto, há o contínuo envelhecimento da população mundial, o aumento da prevalência da perda de audição adquirida, e inovações tecnológicas.

Iniciativas favoráveis dos governos e políticas de reembolsos em países em desenvolvimentos devem levar os fabricantes a focar mais nesses países. Apesar da crise econômica e da limitação dos gastos de saúde na maioria dos países, o mercado de implante coclear mostrou boa dinâmica nos últimos anos”, explicou Barath Palada, um analista da Technavio.

Atualmente, aproximadamente 45 mil implantes cocleares são realizados a cada ano. Em 2015, a Cochlear (Austrália) e a MedEl (Áustria) dominaram as vendas com 70% de fatia de mercado.

Nos próximos anos, além de um forte crescimento, poderia também ocorrer o surgimento de novas marcas no mercado. Após a chinesa Nurotron, fundada em 2006 fundada em 2006 e que iniciou este ano a comercialização do seu implante Venus no Peru e na Bolívia, a Índia também divulgou em 2011 um empreendimento para desenvolver um implante coclear. No Brasil, é a startup WaveTech que está trabalhando desde 2014 sobre um modelo de implante coclear totalmente implantável invisível.

Saiba mais e altere os parâmetros.">